27 janeiro 2008

Diário de Bordo - 5ª Semana - Catarse

Catarse. Purificação da alma baseada no sofrimento involuntário. Dor que excecra pecados, ilusões, frustrações... Há quem diga que disso tudo surge um novo ser, renovado, mais forte, ciente do seu papel no mundo. Não que sofrimento seja algo bom, mas, talvez, seja algo necessário... E se assim o for, que se sofra então, pelo tempo que for preciso, até que as feridas cicatrizem (bem ou mal), o sangue estanque, e a tontura passe...


Talvez não seja necessário explodir em choro, em dor, ou em desespero, para tornar esse sofrimento suportável. Talvez, como antes, chorar com os pés seja algo reconfortante, andar sem destino, contemplar o que há de belo à sua volta... Talvez, ainda que isso seja um clichê dito pelas boas e más línguas apenas para atenuar essa dor, a vida realmente continua.

E mesmo contra a sua vontade, ela lhe empurra... E se chorar com os pés for mesmo a solução, que seja pé ante pé, um de cada vez, como quem reaprende a andar com as próprias pernas. E que nesse choro recluso, ainda haja tempo pra resgatar as boas memórias de uma felicidade in vitro, conservá-las como ensinamentos, como um sonho bom...

Veja Também:
Catarse - Texto Explicativo
Comentários
1 Comentários

1 comments:

Quesia disse...

bem profundo isso soriano!
gstei!
abração

Postar um comentário

Regras são chatas, mas...

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- CAIXA ALTA, miguxês ou erros de ortografia não serão tolerados;
- Ofensas pessoais, ameaças e xingamentos não são permitidos;