17 maio 2009

"E eu que pensei que o tempo fosse amigo..." (2)

Sim, é ruim sentir falta. Principalmente daquelas coisas tão gostosas de antes... Dos risos, das lágrimas, dos paladares... Talvez até das coisas ruins... E no final das contas, sempre bate aquela dúvida: esse "adeus" é pra sempre?

"E eu que pensei que o tempo fosse amigo...", por Cáh Morandi
Comentários
3 Comentários

3 comments:

Ninna disse...

O único adeus definitivo é o beijo da morte...como diria o poeta (não me recordo o nome) "enquanto houver vida, há esperança".

Cláudia disse...

O que fazemos quando sentimos falta...dos risos, das lágrimas, dos paladares?

Soriano disse...

@ Claudia
"Saber o caminho que passamos, é a forma mais segura de ir em frente."

Acho que isso é o que podemos fazer... olhar para trás e ver o que houve de errado, pra não repetir, e saber que mesmo as coisas boas não funcionam com todo mundo...

Postar um comentário

Regras são chatas, mas...

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- CAIXA ALTA, miguxês ou erros de ortografia não serão tolerados;
- Ofensas pessoais, ameaças e xingamentos não são permitidos;