07 janeiro 2010

Internet Bloqueada - Razões e Desprazeres

Pela primeira vez, eu me deparo com uma situação um tanto desagradável numa empresa: o bloqueio total do acesso à internet. Algumas poucas pessoas já passaram por essa situação e sabem o quão desconfortante ela é. Bem, eu resolvi gastar o pouco tempo de descanso que eu tenho (pois essa semana eu tenho que fazer horas extras) para falar um pouco sobre isso.

Ainda existem alguns gestores e diretores que pensam com a cabeça dos gerentes da época da Revolução Industrial, mais ou menos naquele período em que chamam de Taylorismo, Fordismo, e por ai vai. Encaram uma empresa de informática como uma linha de produção, onde funcionário parado é dinheiro perdido. Talvez eu concordasse, se o produto em questão não fosse um software. Os processos envolvidos no desenvolvimento de um software não são os mesmos que os envolvidos numa montadora de automóveis, e não necessariamente atrasos e retrabalho estão ligados ao uso que os funcionários fazem da internet.

Todos nós sabemos que o acesso à internet é útil e indispensável para a obtenção de conhecimento, muitas vezes útil para a resolução de problemas dentro do próprio ambiente de trabalho. Seja um novo conceito em uma determinada área, ou uma maneira mais adequada de realizar determinada tarefa, qualquer coisa pode ser encontrada na internet, desde que se procure da maneira correta.

Entretanto, também não podemos ser ingênuos o bastante para desconsiderar que a internet pode sim interferir no desempenho de um programador ou analista, visto que, se mal utilizada, pode se configurar em distrações constantes. Um e-mail pessoal lido em má hora, interrupções constantes num mensageiro instantâneo, são diversos os fatores que podem interferir em situações onde a concentração é importante. Isto sem falar em situações onde os funcionários utilizam de forma equivocada a liberdade que lhes é dada, acessando domínios de conteúdo pornográfico, por exemplo.

Mas e então? Como proceder? Todos os profissionais da área de informática sabem o que significa proxy.

Em ciência da computação, proxy é um servidor que atende a requisições repassando os dados do cliente a frente. Um usuário (cliente) conecta-se a um servidor proxy, requisitando algum serviço, como um arquivo, conexão, website, ou outro recurso disponível em outro servidor. [Wikipedia, 2009. Proxy]

Um proxy pode ser utilizado para filtrar as requisições que são feitas, utilizando regras para acesso a conteúdo considerado não permitido por uma instituição. Um dos proxies mais famosos é o Squid, proxy open source disponível gratuitamente.

Mas ainda que seja possível burlar um proxy através do uso de túneis (encriptando as requisições à internet e enviando-as via protocolo TCP-IP - uma camada abaixo do protocolo HTTP - a um ponto externo à sua rede de origem), é bem possível que isso só seja feito quando tais restrições sejam um tanto mais severas que o senso comum: sites de jogos online, sites de relacionamento, portas de comunicação para mensageiros instantâneos, portas de comunicação para compartilhadores de arquivos como os torrents, etc.

Ainda não inventaram maneira infalível (ao menos não que eu conheça) para bloqueio do acesso à internet que não seja a inexistência de conexões físicas, como cabos de rede, acess point, bluetooth, conexões 3G e afins. E esta é tão infalível quanto inviável. Sempre haverá um meio para burlar alguma coisa. E quando tal conduta for descoberta, se constituirá numa violação às normas da empresa, e a punição mais provavel é a demissão, gerando um certo constrangimento dentro do ambiente de trabalho. E então, pode ser que a empresa acabe perdendo um profissional de ótima qualidade (seja por violação às regras de conduta dentro da empresa, ou simplesmente por pura insatisfação), detentor de conhecimento e experiência imprescindíveis para a boa qualidade dos seus serviços, por pura falta de visão e gerência de pessoas.



Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Comentários
4 Comentários

4 comments:

Heronildes disse...

Já ficou claro que a internet para o profissionais de ti é imprescindivel, uma empresa só tem a perder bloqueando todos os tipo de acesso. e quando precisarmos consultar um codigo, fazer uma pesquisa? Pedimos aos nossos colegas de profissao que tenham bom senso no uso da net em local de trabalho, para que não dê margem a idéias atrasadas como essas.

Heronildes disse...

Já tá chato as empresas insistirem em ter esse comportamento, quem trabalha na area de ti necessariamente precisa de ter acesso as informações na net, para o desenvolvimento de suas atividades, em contra partida peço aos nossos colegas que usem de bom senso ao acessar a net em local de trabalho, para não dar margem a comportamentos atrasados dos gestores.

Bruna Sayuri disse...

Pois é, as vezes preciso fazer n pesquisas na internet... e lá está block... pior que a tendencia é não ajudar com nossa produtividade. Porém, vamoslembrar, que algumas empresas usam esse tipo de ação, em reação ao fato de alguns funcionários abusarem mais do acesso livre (conversas exageradas no msn, gtalk,orkut e youtube), acaba que todos pagam por isso =(

Jefferson Cardoso disse...

É revoltante que em pleno século XXI existem empreseas e gerentes ainda com esse nível de pensamento. Mais ridículo fica a situação, quando atitudes assim partem de empresas ou de setores que trabalham com tecnologia da informação. Como já dito anteriomente, sabemos dos mares que o mal uso da internet trás, mas, isso não é pretexto para que gerentes radicalizem ao ponto de bloquear por completo o acesso a informação e ao conhecimento sendo que a maioria dos profissionais de TI ultilizam esse acesso para tirar dúvidas e agilizar na resolução dos problemas encontrados. Fica aqui registrado meu lamento e a minha indignação.

Postar um comentário

Regras são chatas, mas...

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- CAIXA ALTA, miguxês ou erros de ortografia não serão tolerados;
- Ofensas pessoais, ameaças e xingamentos não são permitidos;