12 dezembro 2006

Amigos também ficam?

Estive pensando nisso esses dias, depois que revi a minha (imensa?) lista de comunidades no Orkut. Maluco (ou, no mínimo, estranho) do jeito que eu sou, acha-se de tudo por lá. Mas dentre todas as comunidades das quais faço parte, umas ativamente e outras passivamente, uma dela me fez pensar... O que se passa na cabeça dos amigos que ficam, e na dos que não ficam? A maioria das pessoas sempre diz que um relacionamento mais íntimo entre dois amigos pode acabar com uma amizade. O envolvimento sexual é um desses possíveis motivos. Pelo fato de haver cumplicidade e respeito mútuos numa amizade, esse envolvimento teria (acho eu) que ser o mais sincero possível. Isso deixaria um clima um tanto pesado no ar, meio que a "obrigação" de fazer tudo bem feito... Seria difícil encarar nos olhos a outra parte no dia seguinte... Porém, concordo que, pelos mesmos motivos, ambas as partes se esforçariam para (ou ao menos se empenhariam em tentar) satisfazer as carências, desejos, vontades um do outro (até o ponto em que as suas próprias não lhe sejam renegadas). Somente por isso, acredito que, caso haja atração física entre as partes, seria válido uma tentativa. Algumas pessoas dizem que não é por carência que sexo entre amigos pode ocorrer, mas sim por desejo. Sim, carência é diferente de desejo (não cabe essa discussão aqui, agora). Quando um clima agradável se instaura, quando os dois se sentem à vontade pra tal... "Ela estava sozinha, eu também"... Fala-se em "duas pessoas independentes", em "cada um pro seu lado" depois daquela noite de amor intenso. Se isso for mesmo possível (acredito piamente que seja), acho esse mais um motivo pra validar uma tentativa. Algumas pessoas se sentem mais à vontade pra realizar fantasias com pessoas com as quais não se tem qualquer contato. Elas pagam (sim, financeiramente falando) por isso. Outras, preferem realizar suas fantasias com os seus parceiros, ficando à mercê da aceitação dos mesmos. Quando um amigo(a) maluco(a) o suficiente propõe algo desse tipo, como a outra parte se portaria? É difícil prever as reações das pessoas, mas eu presumo que alguém só exporia algo desse peso caso tenha intimidade pra falar sobre sexo explicitamente. Também acredito que "jogar verde pra colher maduro" não é um crime. Há quem vença pelo cansaço, há quem use argumentos convincentes, há quem simplesmente espere... Eu prefiro (ao menos tento) não pensar no assunto. Mas não estamos falando somente do ato em si. Falamos das consequências também. Será que vale mesmo a pena arriscar? Atração física por atração física as pessoas se envolveriam umas com as outras sem muito receio, mas no caso de uma amizade, mais coisas estão em jogo. E se uma das partes se apaixonar, sem ser correspondida? Sei bem o que é isso, foram os seis anos mais difíceis da minha vida (embora nem conheça a textura da pele dela)... O medo de magoar algum dos dois é um dos motivos (válidos, sim) para se exitar. Isso faria uma amizade (de décadas, talvez) ser jogada no lixo, sem volta, e um arrependimento mortal pesaria na consciência... E caso um "acidente" ocorra? Se o descuido de esquecer o preservativo numa relação "normal" pode ser um fardo, imagina só num caso desses... "Teoricamente" falando, tudo indicaria que esta relação se portaria como aquelas entre casais divorciados sem brigas entre si. Bastante conversa sobre como educar o fruto daquela noite de amor, risos ao acompanhar o crescimento da criança, mas nada além disso. Não haveria relação de casal entre os dois. Porém, como sabemos que, em se tratando de pessoas, nada segue uma regra, um poderia dar palpite na vida amorosa do outro, e dai discussões e mais discussões... Isso quando ambos não decidem abreviar a gestação, com medo do que possa acontecer dali pra frente... Especulando coisas absurdas ou realistas, a gente chega a conclusões. Eu me privo das minhas, pra ouvir as suas, carao leitor (se é que alguém realmente lê o que eu escrevo)... Eu quero comentários a esse respeito... Isso é um tabú, ou coisas que colocam na cabeça da gente?
Comentários
4 Comentários

4 comments:

A disse...

Sim, amigos tb ficam. O ford é qdo um dos dois não concorda com o só ficar; ou qdo um tem apreço demais pelo outro pra se arriscar a colocar a perder a amizade. Td depende da intensidade dos sentimentos envolvidos e da disponibilidade de ambos.

Soriano disse...

Aprendi a concordar com o só ficar. No caso de arriscar a perder a amizade, creio que não se possa chamar a causa de apreço, mas sim de algo mais que vai muito além de fraternidade (seja coisas externas a ela, ou acima dela)

A disse...

Sim, apreço ou amizade; mas considerando q muitas pessoas preferem se afastar qdo se apegam demais sem ser correspondidos, isso tem fundamento sim.

Soriano disse...

Com certeza, mas também há pessoas que conseguem conviver com isso. Eu me senti amando a minha melhor amiga, coisa de antes de entrar para a UFBA, confessei estar amando ela, e fui viementemente renegado por 1 ano.

Não que ela me enxotasse, mas simplesmente não me queria para algo mais além de amizade, apesar de concordar que seríamos ótimos namorados, pelo entrosamento que temos.

Não me afastei dela, ainda somos bons amigos... Logo, no meu caso, isso não ocorre

Postar um comentário

Regras são chatas, mas...

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- CAIXA ALTA, miguxês ou erros de ortografia não serão tolerados;
- Ofensas pessoais, ameaças e xingamentos não são permitidos;