11 junho 2006

Musicalidade

Eu não sabia que podia cantar até os meus 13 - 14 anos de idade. Ao cantar no chuveiro, meus familiares reconheceram que algo mais se escondia por detrás deste inocente hábito. Acabei por aceitar o incentivo, e com esta mesma idade, procurei fazer parte de grupos de pagode, sem sucesso. Eu realmente não era extrovertido o suficiente...

Tentei, então, aprender algum instrumento musical, pra que eu tivesse condições de seguir sozinho. Escolhi o violão, pela riqueza de opções de ritmos e estilos que o mesmo proporciona. Ganhei o meu primeiro (e único) em 2000, quando eu entrei no CEFET-BA (Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia).

Como de praxe, comecei com coisas fáceis de se tocar, como as músicas da Legião Urbana. Gostava das letras, passavam uma mensagem interessante, em todas as 4 fases da banda... Mas cheguei a um ponto em que a facilidade das músicas me limitava, eu precisava aprender mais.

Daí parti para o que eu chamo de "evolução musical". Comecei a criar gosto pela MPB, que daí em diante nunca mais abandonei. Gosto muito do Djavan, do Jorge Vercilo, da Ana Carolina, da Mariza Monte, Ed Motta, Roupa Nova, dentre outros grandes nomes da MPB. Também gosto de música internacional (droga, fui afetado pelo imperialismo norte americano!), algo como Lara Fabian (eu sei que ela não é americana), Celine Dion, Mariah Carey, Tonny Braxton, Eagles, e muitos outros.

Tenho quase 5 anos de violão. Apesar de que o tempo é relativo (grande Albert Einstein), aprender tudo o que aprendi sozinho, sem a ajuda de professores já é muita coisa. Mas eu sempre digo que não sei tocar, pois a cada dia que passa, há alguma coisa a se aprender... (grande Sócrates)

Comentários
2 Comentários

2 comments:

Aluada disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Soriano disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário

Regras são chatas, mas...

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Em hipótese alguma faça propaganda de outros blogs ou sites;
- Não inclua links desnecessários no conteúdo do seu comentário;
- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;
- CAIXA ALTA, miguxês ou erros de ortografia não serão tolerados;
- Ofensas pessoais, ameaças e xingamentos não são permitidos;